Relação entre uso de substâncias e qualidade de vida em uma amostra comunitária de adultos

6 de agosto de 20181min

Resumo:
O uso contínuo e o abuso de substâncias psicoativas podem estar associados à ocorrência de diversos eventos negativos, impactando a qualidade de vida das pessoas. No presente estudo, foi investigada a relação entre nove distintas substâncias e os diferentes domínios da qualidade de vida avaliados pelo instrumento WHOQOL-bref. Os participantes foram 105 adultos de uma amostra comunitária (média de idade = 23,91, DP = 0,51; 57,14% mulheres). Os resultados revelaram prejuízos na qualidade de vida apenas para o uso de cocaína e de ansiolíticos, além de uma inesperada tendência de relacionamento positivo entre uso de estimulantes e qualidade de vida. Foram muito altas as prevalências para uso moderado de tabaco, álcool e maconha. Os resultados são discutidos à luz de estudos anteriores e sob a possibilidade da configuração idiossincrática da presente amostra.

Palavras-chave: drogas; psicopatologia; bem-estar; saúde; avaliação psicológica.

Clique aqui para ler o artigo completo.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com