Measuring spirituality and religiosity in clinical research: a systematic review of instruments available in the Portuguese language

10 de maio de 20135min

Aferindo espiritualidade e religiosidade na pesquisa clínica: uma revisão sistemática dos instrumentos disponíveis para a língua portuguesa
Giancarlo LucchettiI,, Alessandra Lamas Granero LucchettiII, Homero ValladaIII

I MD, PhD. Specialist in Geriatrics. Adjunct Professor Department of Medicine, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, Minas Gerais,

Research Collaborator of, João Evangelista Hospitaland São Paulo Medical Spiritist Association, São Paulo, Brazil

II MD. Specialist in Geriatrics. Member of the Research, Department of São Paulo Medical Spiritist Association, João Evangelista Hospital, and MBA Student at Fundação Getúlio Vargas, São Paulo Brazil

III MD, PhD. Specialist in Psychiatry. Associate Professor, Department of Psychiatry, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), São Paulo, Brazil

ABSTRACT

CONTEXT AND OBJECTIVES

Despite numerous spirituality and/or religiosity (S/R) measurement tools for use in research worldwide, there is little information on S/R instruments in the Portuguese language. The aim of the present study was to map out the S/R scales available for research in the Portuguese language.

DESIGN AND SETTING

Systematic review of studies found in databases.

METHODS

A systematic review was conducted in three phases. Phases 1 and 2: articles in Portuguese, Spanish and English, published up to November 2011, dealing with the Portuguese translation and/or validation of S/R measurement tools for clinical research, were selected from six databases. Phase 3: the instruments were grouped according to authorship, cross-cultural adaptation, internal consistency, concurrent and discriminative validity and test-retest procedures.

RESULTS

Twenty instruments were found. Forty-five percent of these evaluated religiosity, 40% spirituality, 10% religious/spiritual coping and 5% S/R. Among these, 90% had been produced in (n = 3) or translated to (n = 15) Brazilian Portuguese and two (10%) solely to European Portuguese. Nevertheless, the majority of the instruments had not undergone in-depth psychometric analysis. Only 40% of the instruments presented concurrent validity, 45% discriminative validity and 15% a test-retest procedure. The characteristics of each instrument were analyzed separately, yielding advantages, disadvantages and psychometric properties.

CONCLUSION

Currently, 20 instruments for measuring S/R are available in the Portuguese language. Most have been translated (n = 15) or developed (n = 3) in Brazil and present good internal consistency. Nevertheless, few instruments have been assessed regarding all their psychometric qualities.

Keywords: Religion and medicine; Spirituality; Psychometrics; Review [publication type]; Medical history taking

RESUMO

CONTEXTO E OBJETIVOS

Apesar do grande número de escalas sobre espiritualidade e religiosidade (E/R) para uso em pesquisas internacionais, ainda existem poucas informações sobre essas escalas na língua portuguesa. Objetiva-se mapear as escalas disponíveis para pesquisa clínica em língua portuguesa.

TIPO DE ESTUDO E LOCAL

Revisão sistemática de estudos encontrados em bases de dados.

MÉTODOS

Conduziu-se uma revisão sistemática em três fases. Fases 1 e 2: artigos em português, espanhol e inglês, publicados até novembro de 2011, com a tradução ou validação para o português de instrumentos para aferir E/R na pesquisa clínica, foram selecionados de seis bancos de dados. Fase 3: os instrumentos foram agrupados de acordo com autoria, adaptação transcultural, consistência interna, validade concorrente/discriminativa e procedimentos de teste-reteste.

RESULTADOS

Vinte instrumentos foram encontrados. Destes, 45% avaliavam religiosidade, 40% espiritualidade, 10% coping (enfrentamento) religioso/espiritual e 5% espiritualidade e religiosidade. Destes, 90% foram traduzidos (n = 15) ou criados (n = 3) para a língua portuguesa no Brasil e 2 (10%) somente para o português de Portugal. Entretanto, a maioria dos instrumentos não possuía análises psicométricas. Apenas 40% dos instrumentos apresentavam validação concorrente, 45% validação discriminativa e 15% teste-reteste. A característica de cada instrumento foi analisada de forma individualizada com vantagens, desvantagens e propriedades psicométricas.

CONCLUSÃO

No momento, existem 20 instrumentos para aferição de E/R disponíveis para a língua portuguesa. A maioria é traduzida (n = 15) ou desenvolvida (n = 3) no Brasil apresentando boa consistência interna. Entretanto, poucas escalas foram avaliadas quanto a todas as suas qualidades psicométricas.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com