Imprimir esta página

A história de fé, foco e reabilitação de Padre Haroldo

Sexta, 26 Abril 2019 09:07
A história de fé, foco e reabilitação de Padre Haroldo

Existem várias formas de falarmos sobre Padre Harold Joseph Rahm. Podemos abordar seu lado missionário, o ex-militar, o fato de ser dono de uma inteligência admirável ou até como aficionado por meditação e yoga. Realmente, o Padre Haroldo (como ficou conhecido) é uma pessoa fascinante. Mas, nesse artigo escolhi abordar o aspecto que mais se relaciona com minha vida pessoal e profissional – seu trabalho memorável e, por que não, histórico na recuperação de dependentes químicos.

Além dos exemplos que citei acima, um que com certeza representa muito bem o padre nascido nos Estados Unidos e naturalizado brasileiro é a sua capacidade em literalmente transformar a vida das pessoas que se encontram em um momento muito complicado - sofrendo com a dependência química e, muitas vezes, sendo marginalizadas pela sociedade.

Com esse ideal em mente, Padre Haroldo (que já havia criado uma série de serviços sociais nos Estados Unidos e no Brasil) fundou em 1978 a comunidade terapêutica Associação Promocional Oração e Trabalho, em Campinas, no Estado de São Paulo. O local surgiu com uma proposta ímpar e pioneira no Brasil, de oferecer tratamento e recuperação àqueles que se encontravam marginalizados, vítimas da dependência química e sem acesso a qualquer tipo de assistência.

Hoje, sabemos que a drogadição é uma das mais graves doenças crônicas que afetam nossa sociedade. Porém, nem sempre foi assim. Há décadas atrás, os dados científicos disponíveis eram muito escassos e não se falava sequer em acolhimento ao dependente. Com isso em mente, imagine como foi criar um local com uma proposta completamente diferente do que era feito até então. Pioneiro, Padre Haroldo enfrentou um problema que já afligia nossa sociedade há 40 anos, uma situação permeada de julgamentos e medos. Criou ali uma novidade, que proporcionava a essas pessoas o direito de serem tratadas e acolhidas.

Teve início então um verdadeiro trabalho de vanguarda de transformação social, focado em acolhimento, recuperação e reinserção social de dependentes químicos. Porém, Padre Haroldo não se limitou aos seus honráveis princípios religiosos ao acolher essas pessoas. Dotado de um intelecto privilegiado e de um nível de comprometimento impressionante, sabia que deveria ir além do acolhimento ofertado na comunidade, já que o público atendido possuía uma série de necessidades específicas, pouco conhecidas na época.

Haroldo buscou identificar quais eram os melhores recursos técnicos e científicos à disposição e utilizá-los na comunidade, qualificando a assistência dada aos que ali se encontravam. Assim, começou uma das maiores histórias de sucesso na área de tratamento e reabilitação de dependentes químicos. Um serviço pioneiro, desde 2009 batizado com seu nome, que promoveu uma verdadeira mudança de paradigma na saúde no Brasil.

Devido à sua atuação na área, Padre Haroldo recebeu prêmios, transmitiu seu conhecimento por meio de inúmeros cursos e em mais de 20 livros de sua autoria. Mas a maior história que escreveu, creio eu, continua sendo a de humildade e de cuidado com o ser humano. Um ex-militar que escolheu a batalha de ajudar a quem precisa em seu momento mais vulnerável, se disponibilizando para melhorar a vida de dezenas de milhares de pessoas. Sim, dezenas de milhares – chegando na casa dos 100 mil.

Pessoas que foram tratadas e reabilitadas, graças ao espírito acolhedor e pioneiro de um homem que deixou os Estados Unidos para construir um legado, baseado em seus princípios de vida, sendo o principal deles o amor ao próximo. Uma belíssima história, que continua a ser escrita.

Ler 705 vezes
         
         

Mais recentes de