MI-GAP Manual de Intervenções para transtornos mentais, neurológicos e por uso de álcool e outras drogas na rede de atenção básica à saúde

Quarta, 04 Abril 2018 17:40

Em 2008, a OMS lançou um programa mundial de ação para reduzir as lacunas em saúde mental (mhGAP), visando atacar a falta de cuidados de saúde, especialmente em países de baixa e média renda, para pessoas com transtornos mentais, neurológico e por uso de álcool e outras drogas. Quatorze por cento do fardo mundial das doenças é atribuível a esses transtornos e quase três quartos deste fardo ocorre em países de baixa e média renda. Os recursos disponíveis nos países são insucientes - a vasta maioria dos países aloca menos de 2% de seus orçamentos para a saúde mental, o que leva a uma brecha no tratamento de mais de 75% nos países de baixa e média renda.

Clique aqui para baixar o manual completo.

Agir faz sentido do ponto de vista econômico. Os transtornos mentais, neurológicos e por uso de álcool e outras drogas interferem, de maneira substancial, na habilidade das crianças para aprender e a habilidade dos adultos para funcionar na família, no trabalho e na sociedade como um todo. Agir também é uma ação em prol dos pobres. Estes transtornos são fatores de risco para muito problemas de saúde, ou sua consequência, e com uma enorme frequência se associam à pobreza, à marginalização e ao desfavorecimen-to social.

Há uma ideia errônea, porém amplamente difundida, segundo a qual as melhorias na saúde mental requerem tecnologias sosticadas e caras, com pessoal altamente especializado. A realidade é que a maioria dos transtornos mentais, neurológicos e uso de álcool e outras drogas, que resultam em elevada morbidade e mortalidade, pode ser manejada por prestadores de cuidados de saúde não especializados. O que se necessita é aumentar a capacidade do sistema de cuidados primários de saúde para prestar um conjunto integrado de cuidados através de capacitação, apoio e supervisão.

É neste contexto que tenho a satisfação de apresentar o Manual MI-GAP de Intervenções para Transtorno Mentais, Neurológicos e por Uso de Álcool e outras Drogas para a Rede de Atenção Básica à Saúde como uma ferramenta técnica para a implementação do programa mhGAP. O Manual de Intervenções foi desenvolvido através de uma revisão sistemática da evidência, seguido por um processo consultivo e participativo. Ele fornece uma ampla gama de recomendações que facilitam a prestação de cuidados de alta qualidade em locais de cuidados primários e secundários por prestadores de cuidados de saúde não especializados em locais com recursos limitados. Ele apresenta o manejo integrado das condições prioritárias através de protocolos para a tomada de decisões clínicas.

Espero que este Manual seja útil tanto para os prestadores de cuidados quanto para os gestores no sentido de atender as necessidades das pessoas portadoras de transtornos mentais, neurológico e por uso de álcool e outras drogas.

Temos o conhecimento. Nosso maior desao agora é traduzí-lo em ação e atingir as pessoas mais necessitadas.

Dr Margaret Chan
Diretora Geral
Organização Mundial da Saúde

Clique aqui para baixar o manual completo.

Ler 1789 vezes