Advogadas ajudam dependentes químicos a reencontrarem família

Quarta, 07 Fevereiro 2018 08:37

Há 11 anos sem contato, dependentes e familiares se reencontram por meio do programa “Justiça Restaurativa”, da Casa de Passagem Recomeço

Na capital paulista, a Casa de Passagem Recomeço consegue reaproximar dependentes químicos que estavam longe de seus familiares há 11 anos.

Advogadas voluntárias ligadas à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) realizam buscas de parentes dos acolhidos do serviço público estadual que funciona em parceria com a Organização Social Casa de Isabel. A atividade intitulada “Justiça Restaurativa” acontece quinzenalmente, às 16h nas quintas-feiras.

A ação discute a importância do convívio familiar e promove uma mediação entre os parentes com o objetivo de facilitar o diálogo e a reaproximação. De acordo com os especialistas do Programa Recomeço, a retomada do vínculo familiar é parte fundamental para o processo de reinserção social e tratamento do dependente químico.

Inaugurada há um ano, a Casa de Passagem do “Programa Recomeço – Uma Vida sem Drogas” já acolheu mais de 300 dependentes químicos do Estado de São Paulo. Os usuários de substâncias psicoativas maiores de 18 anos são recebidos por um período de, no máximo, 30 dias.

A casa atende exclusivamente homens. São disponibilizadas 24 vagas e um investimento anual do governo do Estado de São Paulo de cerca de R$ 1 milhão no serviço.

Os acolhidos moram no local enquanto aguardam avaliações diagnósticas e providências necessárias para o encaminhamento a outros serviços socioassistenciais de retaguarda.

O Programa Recomeço é uma ação integrada entre as secretarias de Desenvolvimento Social, Saúde, Justiça e Cidadania, Educação e Segurança Pública, que oferece tratamento de saúde e reinserção social com foco no fortalecimento de vínculo familiar e inserção no mercado de trabalho.

Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br

Ler 380 vezes
         
         

Resultados do II LENAD

lenadII

RELATÓRIO FINAL - II LENAD

Screen-Shot-2014-05-10-at-18.04