Brita Brazil lança livro com relatos de vítimas da bebida Ayahuasca

“Um trabalho de pesquisa de uma mãe que não quer que ninguém passe pelo desespero que a nossa família passou”. Assim BRita BRazil define o seu primeiro livro, “Relatos”, lançado pela editora Fontenelle Publicações.

O objetivo de BRita BRazil, que escolheu a data do seu aniversário para lançar o livro, pela editora Fontenele Publicações, é alertar a população brasileira dos perigos da bebida ayahuasca, mais conhecida como Santo Daime. Trata-se de uma droga natural, que contém como substância alucinógena, o DMT, ilegal na Holanda, mas comercializada no Brasil e está na lista dos ópios e dos psicotrópicos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A obra surgiu após a morte drástica e precoce, em 2016, do seu filho, o baixista Rian Brito, que tinha 25 anos, neto do humorista Chico Anysio e filho do ator Nizo Neto. Segundo ela, o jovem pesquisou e como não encontrou nada que falasse sobre os efeitos colaterais, aceitou o convite do melhor amigo para experimentar. Em dezembro de 2014, teve um surto psicótico na Porta do Sol, conhecida como o Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência.